COMO FUNCIONA NOSSO PROCESSO DE CONTRATAÇÃO

1 Crie uma conta no site
2 Escolha um curso
3 Realize seu pagamento on-line
Caso tenha alguma dificuldade envie e-mail contato@ibrafi.org.br. Obrigado!

FALE CONOSCO

Seg. a Sex. 9:00 - 18:00
Tel: (11) 3286-4855
contato@ibrafi.org.br

6 Assuntos que você precisa dominar na área financeira do mercado imobiliário em 2019

Confira os temas a serem dominados no mercado imobiliário em 2019 e se destaque no setor.

28/02/2019 / Categoria(s) Crédito & Financiamento

Você sabe quais são os principais assuntos que precisa dominar na área financeira do mercado imobiliário? Nos últimos anos, esse setor da economia enfrentou muitas dificuldades devido à alta taxa de juros, recessão e as altas taxas de desemprego.

No entanto, o cenário do mercado melhorou nos últimos dois anos e a procura por empréstimos por construtoras e incorporadoras aumentou neste período, ou seja, as empresas esperam vender mais. Para 2019, os resultados ainda podem ser melhores. O número de pessoas sem trabalho continua alto no Brasil, mas o emprego vem paulatinamente sendo retomado, a taxa de juros caiu (atualmente a Selic vale 6,5% ao ano) e, aos poucos, a economia começa a dar sinais de melhoria. Por isso, é fundamental estar preparado para se destacar na área.

Todos esses fatores, somados, farão que o mercado imobiliário fique mais movimentado neste ano e que aumente o número de vendas. Pensando nisso, neste post apresentaremos os principais assuntos que você precisa dominar sobre o setor financeiro do mercado imobiliário. Acompanhe a seguir.

1 - Tipos de financiamentos imobiliários

Existem vários tipos de financiamentos imobiliários no mercado. Por isso, é muito importante conhecer as características de cada um. Esse conhecimento proporcionará que as empresas disponibilizem produtos adequados ao público interessado em fazer a compra. Dessa forma, fica mais fácil ofertar imóveis que as pessoas possam pagar. Além disso, é fundamental estar atento em relação às condições de crédito no banco de cada indivíduo. Sem a aprovação na instituição financeira não tem como o cidadão financiar a casa ou apartamento.

Entre os principais modelos de financiamento estão o Minha Casa, Minha Vida (destinado a população de baixa renda), Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI) (voltado a imóveis mais caros).

2 - Conhecimento das regras para concessão de crédito

As instituições financeiras contam com uma série de regras na concessão de crédito imobiliário. Os objetivos dessa ação são evitar o distrato (quando o comprador desiste da compra) e reduzir o número de calotes. Podemos afirmar, portanto, que os bancos adotam medidas visando diminuir o risco dos negócios feitos e conseguir arrecadar mais créditos.

Existem uma série de regras nesse sentido. A parcela do financiamento, por exemplo, pode comprometer no máximo 30% da renda do indivíduo. O comprador não pode estar com pendências na Receita Federal e precisa estar com o nome limpo no Serasa e SPC.

Esse conhecimento possibilita que a empresa oferte as casas ou apartamentos para as pessoas certas, com o preço adequado e de acordo com as necessidades do público. Tudo isso, somado, otimiza a venda das construtoras e incorporadoras. E, em algumas modalidades de crédito imobiliário, o financiamento é concedido para o comprador no início ou durante a construção do empreendimento, fazendo com que a venda seja ainda mais segura para as incorporadoras.

3 - Análise de risco e retorno dos empreendimentos imobiliários

A análise de risco e de retorno permite que as empresas tomem melhores decisões financeiras em seus empreendimentos, desde o financiamento do empreendimento com recursos próprios e/ou de terceiros, à escolha da melhor tabela de vendas e, também, quanto à forma de pagamento da aquisição do terreno.

4 - Regras de uso do FGTS em transações imobiliárias

É muito importante conhecer as regras e as possibilidades de uso do FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço) nas transações imobiliárias. Isso porque, muitas pessoas, se preencherem os requisitos exigidos pelo FGTS, podem utilizar esse recurso para compor seus recursos próprios na aquisição da moradia própria, proporcionando aumento nas vendas no mercado imobiliário.

5 - Conhecimento do plano empresário

Esse plano é indicado às incorporadoras que buscam adquirir crédito com a intenção de financiar a construção de empreendimentos, residenciais ou comerciais. Nesse sentido é importante conhecer as condições que as instituições financeiras oferecem para disponibilizar o crédito. Esse conhecimento contribuirá para que a empresa tenha acesso a essa modalidade de financiamento, facilitando a construção do empreendimento.

6 - Securitização de recebíveis imobiliários

Trata-se de um processo feito pelas companhias securitizadoras. Elas adquirem créditos imobiliários com a intenção de lastrear em títulos (CRIs- Certificados de Recebíveis Imobiliários) e eles serão negociados no mercado financeiro. Essa fonte de financiamento tende a ficar mais relevante com o passar do tempo e um dos motivos é a baixa rentabilidade da poupança, que ainda é a principal fonte de recursos para o financiamento imobiliário, mas com a queda nas taxas de juros da economia, balizadas pela SELIC, a securitização vem crescendo e tende a crescer ainda mais como fonte alternativa de financiamento de empreendimentos imobiliários.



  • Compartilhe



ACESSE SUA ÁREA DO ALUNO

CRIAR CONTA

ESQUECE OS SEUS DETALHES?

TOPO