COMO FUNCIONA NOSSO PROCESSO DE CONTRATAÇÃO

1 Crie uma conta no site
2 Escolha um curso
3 Realize seu pagamento on-line
Caso tenha alguma dificuldade envie e-mail contato@abecipeducacao.org.br. Obrigado!

FALE CONOSCO

Seg. a Sex. 9:00 - 18:00
Tel: (11) 3286-4855
contato@abecipeducacao.org.br

Tipos de financiamento para construção de imóveis

O financiamento para construção de imóveis é benéfico para alavancar o negócio em incorporadoras.

02/10/2019 / Categoria(s) Crédito & Financiamento

A importância da indústria da construção civil  na economia nacional é inquestionável: responde, sozinha, por cerca de 9,9% do PIB brasileiro e emprega mais de 10 milhões de trabalhadores. Ainda está se recuperando da última crise, mas enquanto outros setores mostram melhoras tímidas, na construção o número de contratos para aquisição de imóveis residenciais, por exemplo,  avançou 9,7% nos três primeiros meses deste ano na comparação com o mesmo período de 2018. E como qualquer negócio depende de investimentos para crescer, é muito importante conhecer os tipos de financiamento para construção de imóveis disponíveis no mercado.

Abaixo, vamos dar uma olhada nas alternativas disponíveis. Acompanhe conosco!

Plano empresário

O Financiamento à produção de empreendimentos habitacionais, mais conhecido como Plano Empresário, é um plano que disponibiliza  à incorporadora fluxo de caixa suficiente para que o desenvolvimento da obra ocorra com qualidade e dentro do prazo previsto.

Para a contratação desse tipo de financiamento para construção de imóveis é feita uma análise financeira da empresa e uma análise jurídica, além de uma análise sócio ambiental e técnica do empreendimento para definição das condições de financiamento.

O grande diferencial do Plano Empresário é que a liquidação do saldo devedor poderá ser realizada através do financiamento concedido aos adquirentes das unidades (Repasse das unidades). Em alguns casos, poderá surgir outro benefício: a taxa de juros do financiamento poderá ser menor que a rentabilidade do projeto, o que proporciona uma menor exposição de caixa.

O Plano Empresário também oferece soluções criadas sob medida para cada projeto, que podem variar de acordo, por exemplo, com a estruturação financeira e societária da empresa, e pode ser utilizado para o financiamento de projetos residenciais/comerciais em lançamento ou já iniciados.

Fundo de investimento imobiliário

Fundos de Investimento Imobiliário (FII) consistem numa comunhão de recursos, captados pelos sistemas de distribuição de valores mobiliários, cuja destinação é o financiamento de projetos imobiliários. Esse tipo de investimento é organizado sob a forma de condomínio fechado, sendo assim proibido a alienação de suas cotas.

Os FII’s são ferramentas de criação e alocação de poupança no desenvolvimento de empreendimentos imobiliários, tendo como diferencial permitir que pequenos e médios investidores participem desse tipo de operação. Caso essa modalidade de financiamento para construção de imóveis não existisse, pessoas físicas, dificilmente, conseguiriam realizar investimentos imobiliários diretamente.

Securitização

O processo de securitização de recebíveis imobiliários é uma forma de conferir liquidez para as carteiras de recebíveis imobiliários de uma construtora ou incorporadora. Ele permite que as empresas utilizem suas carteiras comercializadas como uma forma de captação de recursos.

A securitização é um processo estruturado, coordenado por uma instituição especializada, através do qual os créditos imobiliários descontados por originadores (incorporadoras, instituições financeiras, imobiliárias etc.) são transformados em títulos, denominados Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), a serem negociados nos mercados financeiro e de capitais.

Os recebíveis podem ser referentes, por exemplo, a contratos de locação imobiliária, compra e venda de imóveis ou cédulas de crédito bancária com destinação imobiliária etc. Ou seja, podem ser todos e quaisquer créditos decorrentes de operação de compra e venda, financiamento, locação, entre outros, que tenham por objeto imóvel residencial, comercial, industrial, rural ou lote urbanizado.

Investimento direto

Por último, incorporadoras com alto giro de caixa podem utilizar de investimento direto para alavancar seus empreendimentos. Neste caso, é preciso ter uma estrutura financeira sólida para não desmonetizar o caixa e não prejudicar o pagamento das demais obrigações financeiras da empresa, como folha de pagamento e custos fixos de manutenção do negócio.

Há diversas possibilidades de empréstimos para construção civil disponíveis no mercado. O incorporador que deseja obter crédito tem de observar as exigências dos bancos em cada caso. Todos esses fatores precisam ser avaliados cuidadosamente para que a tomada de crédito não seja prejudicial ao negócio.



  • Compartilhe



ACESSE SUA ÁREA DO ALUNO

CRIAR CONTA

ESQUECE OS SEUS DETALHES?

TOPO